Harmonia para sua casa

Não é fácil deixar uma casa harmônica, principalmente quando existem vários moradores com estilo, idade e personalidades diferentes. Depois do período de obras e reformas, a hora da finalização não é um mero detalhe. Saber o que colocar em estantes, nas mesas de centro, quais obras de arte vão compor no espaço, onde estarão almofadas são alguns dos cuidados da composição de um ambiente.

Hoje a decoração precisa se ajustar às necessidades do cliente como também a praticidade, estilo e conforto. Por isso escolher o mobiliário ideal, uma boa iluminação, acessórios funcionais, e todos os itens que farão parte dos ambientes ajudam a compor o decor criando identidade à moradia.

Do estilo clássico ao contemporâneo e moderno, dos tons neutros aos coloridos: a composição da sua casa depende do gosto do morador e do seu estilo. É necessário apenas criar uma identidade no espaço a ser decorado formando uma unidade, portanto os elementos como cores, texturas e formas devem estar em harmonia. Confira algumas dicas para dar o toque final na decoração de interiores:

Obras de Arte

Outro destaque são as obras de arte. Mais do que agregar em termos de beleza, peças artísticas também são uma forma de expressão cultural, que muitas vezes têm um significado embutido. Isso significa que além de decorar, elas dizem muito sobre quem mora naquela casa e contribuem para fazer com que a arte alcance cada vez mais pessoas, democratizando algo que, em outra época, já foi muito restrito.

Acervo Particular

Móveis antigos herdados pela família têm muito valor, e podem compor uma decoração contemporânea. Eles carregam histórias de gerações e podem fazer parte de uma decoração atual.

Cores

As cores principais podem se repetir, as linhas do mobiliário podem ser semelhantes, o importante é que os elementos tenham características em comum para que exista esta unidade. Se optar por uma cor mais forte, use em elementos menores, como almofadas, objetos decorativos e obras de arte. A variedade de contrastes são características que enriquecem o visual e quebram a monotonia.

Padrões

A repetição de características em elementos diferentes cria uma relação visual agradável. É importante considerar materiais diferentes e texturas diversificadas, sempre cuidando com o exagero, para não criar um ambiente visualmente confuso.

Proporções

Ao escolher o mobiliário e objetos deve-se ter o cuidado com a estética e a função do ambiente. Mesas e vasos devem ter o tamanho adequado para não prejudicar a circulação, por exemplo. Se o ambiente da sala é pequeno, por exemplo, não opte por um sofá muito grande e largo, pois isso gera a impressão do espaço ser ainda mais reduzido.

O que não usar

Elementos que se sobressaem pelo seu tamanho, iluminação e cor, por exemplo, atraem a atenção e não devem estar em excesso nem muito próximos, justamente para não disputarem os olhares;

Não existe regra do que não se usar, existindo harmonia e dosagem na composição, basicamente tudo é usável.