Como montar o primeiro apartamento

Você está montando seu primeiro apartamento? Não é uma tarefa fácil. Os desafios vão desde escolher os profissionais envolvidos, móveis, acessórios, iluminação entre outros.

Quem está montando geralmente não tem experiência e fica difícil entender as diferenças entre produtos, fornecedores, projeto – tudo é novo e a tomada de decisão se torna mais complicada.

Porém, algumas dicas importantes devem ser analisadas e com elas fica mais fácil enumerar as prioridades. Um dos grandes desafios para quem está montando o primeiro apê é compatibilizar os desejos com a realidade financeira. Nesse caso, o planejamento financeiro é indispensável e por isso existe a importância de contratar um bom profissional de arquitetura de interiores e decoração: o investimento em um especialista te poupará de problemas e evitará gastos desnecessários.  Veja as dicas das profissionais da Heller Arquitetura para tornar a montagem do primeiro apartamento um momento especial:

Planejamento financeiro

Quando o orçamento não permite que todo o projeto seja executado, não é necessário se preocupar. O importante é fazer aos poucos e com qualidade. Por isso, a dica é priorizar os cômodos de maior uso como: cozinha, banheiro e quarto.

Um ponto importante para se atentar é o famoso “provisório”: não é recomendado comprar o mais barato para finalizar a obra logo. O ideal é buscar algo com custo benefício e que seja definitivo, assim, seu projeto terá qualidade e ficará da forma como você deseja.

Investimento Inicial

Um dos exemplos de primeiro investimento importante ao se iniciar um projeto, é o forro em gesso acartonado ou dry-wall. Por fazer sujeira ao ser colocado e ser o ponto inicial para trabalhar a iluminação e valorizar os ambientes, o começo da obra é o momento ideal para ele.

Depois disso, a iluminação pode ser feita aos poucos, trabalhando então com os pontos de maior necessidade.

Mobiliário

Todo cuidado é pouco na hora de investir no mobiliário. É necessário que ele se encaixe exatamente no ambiente.

Mobiliário Planejado: Se for apostar no planejado tome cuidado com os fornecedores e atente ao projeto para que ofereça integração, funcionalidade e otimização dos espaços.
Móveis Soltos: Se forem móveis soltos, é necessário cuidar com tamanho, cor, modelo e entender as necessidades de cada espaço.
Colchões: Outro exemplo é altura dos colchões: quartos muito pequenos simplesmente não comportam colchões altos, ele trará a sensação de um ambiente menor ainda, então a sugestão é trabalhar com proporcionalidade. Além disso, é importante além de tudo, não dar só enfoque a estética do mobiliário, e sim à sua funcionalidade.

Produtos/Acessórios

Hoje em dia, existem infinitas possibilidades de escolha de revestimentos, mobiliário e todos os itens para a boa composição de um projeto. Nem sempre o produto mais caro é o mais bonito e o melhor, e vice-versa. Identificar a qualidade de um produto e de um revestimento é de extrema importância para evitar problemas futuros. Por isso, com calma e muita pesquisa o projeto ganha força.

Planejamento financeiro aliado a bons profissionais fazem com que o sonho possa ser realizado com qualidade, inovação e principalmente respeitando todos os limites para atender às necessidades do cliente.